Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras

Relembramos hoje o centenário do falecimento da Princesa Isabel, a Redentora do Brasil.#

  1. Início
  2. ContatoFotosMuralNovidadesSobre a deputada
  3. Geral
  4. Relembramos hoje o centenário do falecimento da Princesa Isabel, a Redentora do Brasil.
« Mais recente🔀
ImprimirReportar erroTags:isabel, anos, princesa, brasil, história, seus e país142 palavras1 min. para ler
Nascida no Rio de Janeiro, em 29 de julho de 1846, tornou-se sucessora da Corte brasileira em 1850, após a morte de seus dois irmãos homens. D. Isabel foi a terceira mulher Chefe de Estado na história do Brasil, assumindo como regente em três períodos. Muito religiosa, estudiosa e compenetrada, a princesa sacrificou o seu trono para assim poder libertar uma raça e redimir a Nação, através da assinatura da Lei Áurea, que em 13 de maio de 1888 aboliu a escravidão no Brasil.
Após a Proclamação da República, Isabel se exilou na França, onde viveu seus últimos 30 anos de vida ao lado do marido. Morreu em 14 de novembro de 1921, aos 75 anos, debilitada pela idade.

Neste sentido, por meio do PL 2437/2021, pretendo inscrever o nome da Princesa Isabel no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria, em reconhecimento à sua importância na história do nosso país.

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out