Voltar ao topo.

Deputada Caroline De Toni defende permanência da Eletrosul em Santa Catarina#

« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:julho, possibilidade, controladoria, acordo, ainda, destacou, tema e foram231 palavras3 min. para ler
Deputada Caroline De Toni defende permanência da Eletrosul em Santa CatarinaVer imagem ampliada
Para tentar reverter o processo de fusão com a CGTEE, parlamentares devem se reunir com o presidente Bolsonaro



A deputada federal Caroline De Toni (PSL-SC) foi aplaudida em seu discurso sobre a fusão da Eletrosul com a CGTEE. A audiência pública realizada no Auditório Antonieta de Barros da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) na manhã desta segunda-feira (13/05) contou com a presença de deputados federais e estaduais, senadores e representantes das empresas.


Caroline questionou as manobras para alteração das informações sobre o início dos debates sobre a fusão. "Foi no governo Dilma que começaram as negociações para tirar a Eletrosul dos catarinenses”, pontuou a deputada ao citar dados do Plano de Negócios e Gestão (PDNG) 2015-2019. A falta de pareceres técnicos sobre a fusão e a possibilidade de configurar crime contra a ordem tributária também foram tema do discurso da deputada Caroline De Toni.


A deputada destacou ainda que, de acordo com a Controladoria Geral da União (CGU), a Eletrosul é o terceiro ente estatal que mais decretou sigilo de documentos. "O que vocês estão querendo esconder do povo? Se o sigilo dos documentos for mantido, pedirei uma CPI para apurar o caso”, enfatizou.


Ao final de seu discurso, a deputada Caroline solicitou que seja marcada uma audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), para tentar reverter o processo, previsto para ser concluído até o início de julho.

Fonte:.