Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras

Criar um ministério da verdade para regular a mídia e o povo nas redes é prioridade para a esquerda brasileira.#

  1. Início
  2. 3 anos de mandatoContatoFotosImprensaMuralNovidadesSobre a deputadaTrabalhe conoscoValores e princípiosVídeos
  3. Geral
  4. Criar um ministério da verdade para regular a mídia e o povo nas redes é prioridade para a esquerda brasileira.
« Mais recente🔀
ImprimirReportar erroTags:mídia, povo, presidiário, mentiras, pode, vez e fingir187 palavras1 min. para ler
A sanha regulatória do ex-presidiário não é para menos. Se o cidadão brasileiro for livre para falar o que pensa e uma parcela da imprensa não cooptada puder atuar sem filtros, não vai dar pra esquerda fingir boas intenções, nem fingir que Cuba é uma democracia, que aborto não é assassinato, que o ex-presidiário é inocente, que desarmar o povo diminui o número de homicídios... Pois haverá contestação popular, seja pelo povo nas redes, pela mídia alternativa ou mesmo nas ruas (coisa que a Velha Mídia Esquerdista não faz, por óbvio, uma vez que está do mesmo lado de Lula).
Então, para que o projeto de poder da esquerda avance, o silêncio do povo e da mídia ajudariam muito. Eis porque ontem, pela enésima vez, dessa feita em entrevista à Rádio Itatiaia, o ex-presidiário reforçou a intenção de controlar a mídia eletrônica no Brasil. "Você não pode permitir que a internet e a imprensa digitalizada se transformem numa base de construção de mentiras”, disse ele, que completou: "O dono do Instagram [...] não pode ser um retransmissor de mentiras porque quer ganhar dinheiro. Não, senhor!".

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out