Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras
« Mais recente🔀
ImprimirReportar erroTags:bit, https, seras, todas, rodovias, foram e alckmin181 palavras1 min. para ler
O ex-CEO do grupo Ecovias, Marcelino Rafart de Seras, em acordo de delação com o Ministério Público de São Paulo, relatou que a empresa repassou mais de R$ 3 milhões, via caixa 2, para campanhas do ex-governador de SP Geraldo Alckmin (provável vice do Lula nas eleições deste ano).
Segundo Seras, a Ecovias fez os repasses "por uma política de boa vizinhança”. As declarações foram feitas em 2020 e, agora, com a homologação do acordo, a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público começará a ouvir as pessoas citadas.

Seras também apontou esquema de cartel e relatou que 80 empresas participantes fatiaram o mercado das rodovias. O ex-CEO chegou a afirmar que "todas as licitações de concessões de rodovias no Estado de São Paulo, entre 1998 e 1999, foram fraudadas” e entregou que dezenas de políticos abasteceram suas campanhas com recursos de caixa 2 e autoridades de diversos escalões teriam recebido propinas.

Alckmin negou todas as acusações.

Folha SP - https://bit.ly/3CO4emg
Estadão - https://bit.ly/3KQ1mZ0
Revista Oeste - https://bit.ly/3JkfYiR
Pleno News - https://bit.ly/3weVy7j
Gaúcha ZH - https://bit.ly/3KR3PSX

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out